Post

Conheça o QSE (Quality Software Engineering) da IBM

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
Loading ... Loading ...

Pouca gente talvez saiba, mas a IBM tem um departamento voltado exclusivamente à divulgação e evangelização das boas práticas de desenvolvimento, testes e qualidade de software. Logo, o objetivo desse post é comentar um pouco como uma empresa de grande porte conseguiu vencer a dificuldade de comunicação, principalmente falando de equipes técnicas e, com a vontade de voluntários criou uma espécie de centro de referência para engenharia de software.

O QSE ou Quality Software Engineering, é uma divisão da IBM que nasceu primariamente da vontade de alguns desenvolvedores e testadores de software da empresa, de acharem uma maneira eficiente e prática de divulgar as boas práticas de engenharia de software e, ao mesmo tempo, fazer com que essas práticas fossem adotadas e seguidas pelos times de desenvolvimento de software da IBM no mundo todo.

A IBM é uma empresa de grande porte multinacional que tem aproximadamente 400 mil funcionários no mundo todo, inclusive escritórios no Brasil somando aproximadamente 18 mil funcionários. Logo, imagine em uma empresa desse porte, alcançar todos os times de desenvolvimento em larga escala para se disseminar tais práticas?

É um grande desafio. Pensando nisso, os fundadores e idealizadores do QSE, nos Estados Unidos, resolveram recrutar voluntários internamente para criarem um conteúdo próprio, praticar o que escreveram ou adotaram e, acharem mecanismos de divulgação para que o maior número de pessoas pudesse ter acesso ao conteúdo sobre desenvolvimento, qualidade e testes de software.

Há quase dez anos de existência, o negócio cresceu tanto e cada vez mais chamou atenção das pessoas e a IBM resolveu tornar o QSE um departamento, com uma equipe dedicada às atividades de engenharia de software e também para manter a comunidade ativa e alimentada sempre com material e tecnologia de ponta. Com isso, o QSE tem uma grande estrutura interna, contando com um site interno exclusivo que indexa centenas de páginas de conteúdo sobre desenvolvimento, testes, qualidade e agile. Além disso, o QSE já promoveu durante todos esse anos diversas palestras técnicas virtuais chamadas de QSE Technical Series, mais de 20 só esse ano, beneficiando diversos profissionais da empresa no mundo todo.

Cada vez mais o QSE foi se tornando democrático e um ponto único de referência não só para os profissionais de software da empresa, mas também executivos, profissionais de vendas, entre outros. Hoje o QSE atinge os quatro cantos do mundo e por isso também, foi descentralizado dos EUA e agora conta com representantes na China, Índia e agora, Brasil, representado por esse que vos escreve!

Só no Brasil e México, por exemplo, o QSE já conta com quase trinta profissionais denominados como Líderes de Unidade, em suas respectivas áreas de domínio; desenvolvimento, teste ou qualidade. Esses líderes, são nomeados para o QSE por justamente serem reconhecidos como líderes técnicos em suas áreas de domínio, numa certa geografia e, portanto podem fazer parte do QSE, mediante a aprovacao de um representante executivo local. Esse processo de nomeação serve para se ter a certeza as contribuições técnicas sempre serão mantidas, beneficiando o crescimento técnico da companhia e objetivando a qualidade dos produtos desenvolvidos por esses times. Só a comunidade interna já conta com oito mil membros e líderes de unidades em todo o mundo são mais de 200 pessoas!

E não para por aí, o QSE também sedia um grande simpósio anual na Ásia, cuja participação pode ser feita localmente pelos funcionários das subsidiárias da IBM na região, ou também virtualmente, através de ferramentas internas de teleconferência.

A representação regional do QSE no Brasil está planejando agora uma maior participação da América Latina, através de uma espécie de competição interna de testes de software e além disso, um simpósio que deve trazer palestras técnicas de evangelistas da própria corporação, sempre buscando compartilhar conhecimento não só de engenharia de software, mas também de tecnologias emergentes sempre com um forte apelo inovador.

 

Sobre o autor

Alex Estevam trabalha com Qualidade de Software no Laboratório de Software da IBM Brasil e também atua como facilitador da comunidade de testes do QSE.

Você também pode querer ler

Não Comentários

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.