Post

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
Loading ... Loading ...

By [email protected] (André Júnior) Há um tempo publiquei em meu blog referente ao Crowdtest, este que pode ser rentável ao testador conforme quantidade e tipo de erros encontrados nos projetos que participa.

Um dia mexendo no LinkedIn, vi comentários referentes ao uTest e procurei me aprofundar sobre o assunto. No início até achei que seria uma ferramenta de automatização de testes, mas vi que não era bem isso.

O uTest assim como o Crowdtest paga testadores por defeitos encontrados, mas, não basta se cadastrar no programa e sair testando, existe um processo de classificação, simples, mas que de certa forma garante a integridade da equipe participante. Irei montar um documento que será publicado em alguns dias no blog com todo o cronograma a ser realizado para participação efetiva nos projetos pagos e ainda com a minha experiência no programa. E porque eu disse projetos pagos? Bem, o primeiro projeto na qual você participa é free, ou seja, sem pagamentos. Esse projeto serve para identificar sua capacidade em encontrar defeitos e estabelecer um ranking de seleção de participantes de novos projetos. Não está muito claro ainda, então vamos às etapas do programa.

Primeira coisa que você deve saber: Você tem que ter um bom conhecimento em inglês, o site e todo em inglês e reportar erros devera ser feito integralmente neste idioma;

Qualquer um pode participar? Sim, basta se cadastrar no site www.utest.com;

Apos acessar o site e clicar em Sign Up, você cadastra todos os seus dados sociais e referentes a conhecimentos técnicos em teste de software;

Assim que cadastrado, você recebe um convite para participar de um projeto não pago, como falei anteriormente, ele mede sua capacidade ao reportar defeitos, mas você deve revisar bem seus defeitos encontrados, pois somente poderá reportar 4 e a partir desses ha uma escala de pontuação de acordo com o tipo do erro(funcional, segurança, interface… ) e complexidade(baixa, média, grave…);

Reportei 4 erros, já posso participar de projetos pagos? Não necessariamente. Quando você participa desse projeto, outras pessoas também participam e apenas o top 30 passa a integrar a equipe de participantes de projetos pagos;

Não estou no top 30, perdi minhas chances de participar de um projeto pago? Não, você recebera um e-mail com instruções de como adquirir capacitação para entrar neste time;

Como no Crowdtest, seu bug pode ser ou não aprovado, enquanto o projeto estiver ativo, você pode reportar defeitos desde que a quantidade aprovada seja menor que 4, que é a quantidade máxima aceita nesta etapa;

Quando aprovado, você recebe um e-mail com os dados do bug e o valor a ser pago por ele;

Após o fechamento do projeto, você recebe um e-mail informando se você fara ou não parte do time que irá participar de projetos pagos que virão.

Esses são os procedimentos básicos para integrar ao time de testadores do uTest e minha opinião sobre o programa? A ideia e excelente, principalmente para quem procura uma renda extra fora do horário de trabalho, na qual você pode administrar seu tempo livre e se dedicar.

E só isso? Não, não é só isso. Assim como vocês, ainda tenho dúvidas e alguns pontos que ainda requerem um detalhamento maior, como valor pago por defeitos encontrados, tempo necessário de dedicação por projeto, se vale a pena o esforço requerido, tipos de sistemas a serem testados, entre outros.

Existem mais de 55 mil testadores participando do programa e esses são distribuídos em 188 países por todo o mundo, sendo assim, pode ter certeza que tem bastante coisa a ser testada.

Os testes são feitos a partir de aplicações web, desktop e moveis.

Quem tiver duvidas, não hesite em perguntar, acredito que o descrito acima e um conceito bem básico e no surgimento de dúvidas me ajudaria com a elaboração do próximo post onde trarei mais detalhes.

Ate a próxima… :-D

Source: http://engtesteagil.blogspot.com/2012/09/conhecendo-o-utest-mais-de-perto.html

Você também pode querer ler

Comments are off for this post.