Post

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
Loading ... Loading ...

By Alan Correa Morais Oi Pessoal,dando continuidade aos Tutoriais sobre o Microsoft Test Manager 2010, neste post vou falar sobre as configurações possíveis em um Plano de Teste.Post Anterior: Criando um Plano de TestesNo Menu “Plan”, clicando na aba “Properties” é possível visualizar as configurações do Plano de Teste:
Clique na Imagem para ampliá-la.
1) Name: É o nome do Plano de Teste definido anteriormente. É possível alterar o nome do Plano.Recomendo criar um padrão para nomeação de plano de testes. Na empresa onde trabalho, criei o seguinte padrão:VERSÃO DO PRODUTO_SIGLA_CICLO DE TESTEA versão do produto, bom, é a versão do produto, rs…A Sigla, criei as seguintes siglas:
MT – Manutenção
SI – Fase de Teste de Sistema
IN – Fase de Teste de Integração
UAT – Fase de Teste de Aceitação de usuário

E o Ciclo de Teste é um número incremental. No caso da minha empresa, a fase de testes é dividida em iterações. Cada iteração é um Ciclo de Teste.2) Description: É a descrição do Plano de Teste. Este campo é de preenchimento livre e não obrigatório.3) Owner: A quem pertence o Plano de Testes. Eu recomendo deixar o Plano de Testes no nome de quem deverá gerenciá-lo, podendo ser o Líder, Engenheiro, Arquiteto de Testes etc.4) State: Estado do Plano de Testes. Este campo define se o Plano está ativo ou inativo. Um Plano de Teste inativo não será visualizado na seleção inicial de Plano de Testes. Para visualizar um Plano de Teste inativo é necessário navegar até o Menu “Organize” e clicar na aba “Test Plan Manager”.5) Start Date: Dia em que o Plano de Teste começará a ser executado. Este campo não influencia na execução dos casos de teste.6) End Date: Dia em que o Plano de Teste será finalizado. Este campo não influencia na execução dos casos de teste.7) Area Path: É possível selecionar a área a qual o Plano está relacionado. Para maiores detalhes leia este tutorial: Tutorial – Gerenciando Areas e Iterations8) Iteration: É possível selecionar a iteração a qual o Plano está relacionado. Para maiores detalhes leia este tutorial: Tutorial – Gerenciando Areas e Iterations.9) Manual Runs – Testing Settings: É possível selecionar definições de teste para testes manuais. Para maiores detalhes leia este tutorial: Tutorial – Configurações de Teste com Microsoft Test Manager 201010) Manual Runs – Test Environment: É possível selecionar o ambiente de teste para testes manuais. Para maiores detalhes leia este tutorial: Tutorial – Configurando um Ambiente Físico com o Microsoft Test Manager 201011) Automated Runs – Testing Settings: É possível selecionar definições de teste para testes automatizados. Para maiores detalhes leia este tutorial: Tutorial – Configurações de Teste com Microsoft Test Manager 201012) Automated Runs – Test Environment: É possível selecionar o ambiente de teste para testes automatizados. Para maiores detalhes leia este tutorial: Tutorial – Configurando um Ambiente Físico com o Microsoft Test Manager 201013) Build – Filter for builds: É possível definir um Filtro que será utilizado para relacionar um Build ao Plano de Teste. Estas opções irão filtrar quais Builds poderão ser associados ao Plano de Teste.
14) Build – Build in use: É possível vincular um Build ao Plano de Testes. Com isso, quando um novo Build for criado e relacionado ao plano, será exibido automaticamente que testes são recomendados baseado na alteração do Build. Para isso é necessário ativar o coletor “Test Impact” no “Testing Settings”.Clicando em “Modify” será possível selecionar um Build.
15) Configurations – In this plan: É possível selecionar configurações de teste para o Plano de Teste. Para maiores detalhes leia este tutorial: Tutorial – Gerenciando Configurações de Teste16) Links: É possível adicionar Links externos ao Plano de Teste.17) Test Plan Status – Current State of Tests: Este gráfico demostra o estado atual de execução dos testes neste plano de testes.18) Test Plan Status – Failed Tests by Reason: Este gráfico demostra a razão dos testes terem falhado. É necessário que alguém defina este valor manualmente após a execução de um caso de teste.19) Test Plan Status – Failed Tests by Analysis : Este gráfico demostra a análise da falha do teste. É necessário que alguém defina este valor manualmente após a execução de um caso de teste.Após configurar o Plano Clique em “Save and Close”.Pronto, o plano de testes está preparado para execução!Abraços!

Source: http://blog.alancmorais.net/2012/07/tutorial-configurando-um-plano-de-teste.html

Category: Microsoft Test Manager, MTM, Tutorial, Visual Studio 2010

Você também pode querer ler

Comments are off for this post.