Post

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
Loading ... Loading ...

By AsEspecialistas

Por inúmeras vezes ao longo das nossas distintas carreiras na área de Teste de Software, nos deparamos com uma dúvida bem comum nas rodinhas de conversa com colegas da área. E hoje, olhando sob nova perspectiva para essa situação, resolvemos parar, discutir e compartilhar a nossa visão sobre o assunto:
– Será que não está na hora de buscar uma nova oportunidade no mercado de Teste?

Porém, antes de agir no calor da emoção e partir efetivamente para uma busca, é interessante que estejam claros os motivos que estão te levando a isso. Senão, você pode simplesmente acabar trocando seis por meia dúzia.

Como a decisão tomada pode não ter volta, listamos”10 motivos para recomeçar no Teste de Software” para que você possa avaliar, intensificar ou desistir na busca por novos ares:

01) O seu trabalho está sendo reconhecido?
Está evoluindo no trabalho que realiza, geralmente fazendo mais do que te pedem. É detalhista, investigador, perfeccionista, questionador, criativo, organizado, pró-ativo, comprometido, está sempre disposto a aprender e ir além do que foi definido. Porém, ninguém reconhece o seu esforço, não existe incentivo e ninguém nota o seu potencial.

02) Você está sendo valorizado?
Remuneração baixa é um fator extremamente desmotivante, principalmente quando é realizada a famosa comparação com o “mercado lá fora”. Ou pior, quando você percebe que colegas de equipe com as mesmas qualificações, funções e cargos estão ganhando mais. A partir daí você começa a perceber que o seu salário está muito aquém do trabalho que realiza.

03) As regras da empresa condizem com a sua vontade profissional?
Se não concorda com as regras seguidas pela empresa, com os métodos de trabalho aplicados, ou se as políticas são muito diferentes daquilo que espera… Pode ser que uma adaptação a um universo tão diferente não seja possível, ou demande mais tempo que a sua disposição para se enquadrar. Essa situação poderá impactar diretamente numa possível evolução na carreira, caso permaneça.

04) Esse trabalho está te agregando conhecimento?
Se o trabalho que vem realizando é exatamente igual há um longo período, ou se já não existem práticas, técnicas, metodologias, normas ou padrões para aprender há tempos, é sinal de que possivelmente nenhum conhecimento está sendo agregado. Será que vale a pena ter 10 anos de tempo na carteira, sendo que a experiência parou de evoluir?

05) Existe uma possibilidade real de crescimento?
Se a empresa possui um plano de carreira com regras claras para que você alcance os seus objetivos, e você sabe exatamente o que precisa fazer para alavancar a sua carreira, ótimo. Mas se não existe um plano de carreira definido, pode ser que independente do diferencial do seu trabalho, ganhar uma promoção não seja tão simples.

06) Você tem liberdade de expressão?
Tenta expor sua opinião, mas ninguém te ouve. É comprometido, interessado, antenado. Procura trazer para a empresa novidades, tendências ou boas idéias, e nada acontece.

07) Os benefícios da empresa são um diferencial?
Os benefícios oferecidos pela empresa podem ser um fator chave para a retenção de talentos. Algumas oferecem benefícios que podem agregar em média 30% ao salário oferecido. Por outro lado, existem empresas que insistem em manter basicamente os benefícios exigidos pelas leis trabalhistas ou decisões dos sindicatos. Essa avaliação deve ser feita cuidadosamente, colocando cada item na ponta do lápis para que a mudança, ou não, de emprego traga exatamente o que busca.

08) O ambiente é agradável?
Quando o ambiente de trabalho não é agradável, dificilmente você conseguirá sentir prazer nas atividades que realiza. Se não existe companheirismo, comprometimento e simpatia na equipe, a qualidade do seu trabalho acabará sendo influenciada.

09) Acabou a sua motivação?
A motivação, ou a falta dela, é um fator determinante para a sua carreira. Se não consegue achar nenhum bom motivo para ir para o trabalho, se nenhum desafio vindo da sua empresa consegue te encorajar, se antes mesmo de começar o expediente você já está pensando na hora de ir embora, significa que a sua motivação acabou.

10) Está mesmo disposto a recomeçar?
Pare, pense e responda: está mesmo disposto a começar do zero novamente? Na nova empresa você terá que mostrar a que veio. Terá que cativar os pares e os líderes. Lidar com colegas, que dependendo da sua forma de contratação, poderão se sentir injustiçados. Aprender, se adaptar e não se acomodar são premissas fundamentais no recomeço.

Além dos itens citados, lembre-se que outros fatores também podem ser observados na sua análise, como por exemplo:
– Insegurança;
– Comodismo;
– Distância;
– Pressão;
– Carga Horária.

Se no resultado da sua avaliação dos 10 motivos para recomeçar, percebeu que a sua realidade se enquadra negativamente em boa parte dos itens citados, o primeiro passo você já deu, já sabe o que está buscando.

Mas atente-se, porque trocar de emprego não vai fazer com que a motivação volte. Não vai ser a solução para os seus problemas. A maioria das vezes o problema está em nós mesmos. Se não conseguir identificar o que está ocorrendo, deve buscar ajuda de um profissional. Um coaching, por exemplo, pode te ajudar a conduzir ao caminho correto.

Então, se você tem certeza de que recomeçar é a melhor solução, é chegada a hora de dar up no seu currículo e partir para busca. Se prepare. Faça uma análise também do que mais gosta e mais se destaca, e não se esqueça de verificar quais são os pontos fracos que precisa trabalhar.

Mas e os riscos?
Ah, os riscos existem mesmo. E se não avaliar os motivos que estão te levando a buscar um novo emprego, poderá descobrir na prática que a mudança não era a solução para a sua insatisfação.

A questão é que ao se deparar com vários motivos para recomeçar no Teste de Software, você tem duas opções: cruzar os braços ou dar a volta por cima. Se optar por ficar de braços cruzados, você irá simplesmente deixar a vida te levar e só alimentará a sua insatisfação. Se optar por dar a volta por cima, você tomará as rédeas da sua vida profissional em busca de uma oportunidade melhor.

Ok. Independente da área de atuação, os motivos são universais e caem como uma luva para varias outras profissões. Mas e então, o que diferencia esse recomeço sob a perspectiva do Teste de Software?

É sabido que nos últimos anos o Teste tem crescido gradativamente e aos poucos vem ganhando espaço e destaque. Diante desse cenário, o profissional que se sente inconformado, insatisfeito, desmotivado, tende a executar as atividades sem nenhuma disposição. Isso provavelmente impactará na qualidade final do software e poderá manchar a imagem do seu trabalho dentro e fora da empresa.

Se vive essa situação, você não deve ficar parado. Então, aprimore a sua capacitação técnica, e busque os seus objetivos, satisfação, valorização, reconhecimento, busque um lugar melhor no mercado.

Mas será que não vale a pena arriscar? Se der errado, você recomeça de novo.

Source: http://asespecialistas.blog.com/2012/02/16/10reasons/

Category: Comportamento, Profissão, Emprego, Mudança, Recomeço

Você também pode querer ler

Comments are off for this post.