Post

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
Loading ... Loading ...

By Luiz Gustavo Schroeder Vieira Primeiramente é importante entender que ter uma equipe de Testes robusta e madura é um INVESTIMENTO no seu projeto e/ou empresa. O que todo mundo sabe é que, para aumentar a qualidade e a satisfação do cliente, deve-se investir em Testes. Isso está mais do que batido e inclusive é o primeiro ou segundo slide de qualquer pessoa que vá apresentar algo que seja ou envolva Qualidade ou Testes de software, seja um trabalho acadêmico ou uma apresentação comercial.O que dificilmente fica claro para o gestor que decide optar por esse salto de qualidade no seu projeto, é justamente o significado dessa qualidade. Podem perceber que “ter qualidade no seu projeto” é algo meio que subjetivo. Qualidade em quê? Ter mais testadores na equipe? Ter menos bugs no projeto? Ter o cliente mais satisfeito? Contratar só analistas e desenvolvedores super experientes? O que é qualidade?É importante especificar qual é o salto de qualidade que vai ser dado. Além de ter menos bugs e maior satisfação do cliente, é claro. Quer aumentar a velocidade da sua equipe de desenvolvimento? Invista em Testes! Hã? Como?Vamos ser práticos (e esse é mais um motivo pelo qual eu digo que metodologia ágil só é útil com projetos inovadores):Imaginemos a seguinte situação, uma pessoa começa a desenvolver e a outra começa a criar os casos de teste. Por mais apertado que fique o cronograma, se os casos de teste estiverem prontos e o ambiente de testes populado com a massa de dados apropriada, a execução vai rápido. Garanto que para cada 40 horas de desenvolvimento, uma hora de execução de testes é suficiente (sim, é. acreditem – o Teste de regressão ainda mais curto). É simples e isso evita uma série de problemas, tais como retrabalho (os bugs existem, é só questão de analisar a hora que decidimos corrigi-los), custo (fica caro tirar um profissional de outro projeto para voltar a corrigir bugs para aquele projeto em desenvolvimento), estresse (nenhum cliente fica feliz em achar bugs em produção, por mais que eles cobrem a entrega no prazo previamente negociado) entre outros.É importante entenderem que eu não prezo por sistema testado “nas coxas”, mas o que eu venho percebendo é que se gasta cada vez mais tempo testando do que desenvolvendo. Quando poderia ter sido acelerado. Uma semana de Testes de regressão, a não ser que o sistema seja absurdamente grande ou a equipe de testes absurdamente pequena, já é mais que suficiente.Ou seja, na minha opinião, a função do Testes de software é dar suporte e velocidade ao desenvolvimento. Porque os analistas e desenvolvedores são os caras, e não nós (rs).

Source: http://www.testavo.com.br/2011/07/qual-funcao-de-testes-de-software.html

Você também pode querer ler

Comments are off for this post.