Post

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
Loading ... Loading ...

By eliasnogueira

Em continuação ao post Automação de Teste – Decisão por Automatizar irei colocar alguns pontos sobre a Aquisição de Ferramentas de Teste, segundo o modelo ATML.
Esta fase tem por objetivo criar um documento que guie o Arquiteto/Engenheiro de Teste à escolha da ferramenta mais apropriada para a empresa. Nesta fase o Arquiteto/Engenheiro, depois de ter efetuado todos os testes com as ferramentas escolhidas como candidatas a serem utilizadas, revê todas as necessidades que a ferramenta deve cobrir e revê também a necessidade da empresa em relação a uma ferramenta.
A partir daí o Arquiteto/Engenheiro de Teste lista as ferramentas selecionadas com seus principais benefícios, considerações, tipos de licença da ferramenta e tipo de ferramenta para todos os futuros envolvidos na utilização da ferramenta e os interessados. Os testes efetuados com estas ferramentas não precisam estar no domínio global do negócio, precisa apenas atacar alguns pontos mínimos para ser candidata. Quem decidirá pela escolha da ferramenta não é o Arquiteto/Engenheiro de Testes, e sim todas as pessoas envolvidas.
Se realmente a empresa está disposta a pagar por uma ferramenta que trabalhe dentro do ciclo de vida dos testes a mesma precisa estar ciente de que temos custos embutidos na aquisição da ferramenta como, por exemplo, treinamento dos funcionários. Por mais que o Arquiteto/Engenheiro de Testes tenha aprendido a ferramenta e aplicado casos para validar se a ferramenta é adequada, cabe também um ponto de imersão em toda a utilização da ferramenta, para que se tire o maior proveito da ferramenta dentro do projeto de testes. Todos os riscos inerentes à compra de uma ferramenta devem ser listados e informados.
Fora os custos de treinamento também teremos custos adicionais dentro do projeto de testes com o pessoal, uma vez que a utilização da ferramenta está no início, a produtividade deste colaborador pode ficar prejudicada num primeiro momento. Também teremos alterações e custos adicionais na atualização ou mudança de processo, uma vez que a utilização de uma ferramenta altera o processo de testes.
Então, se decidimos por comprar uma ferramenta, temos que levar em consideração os seguintes itens:

Contratação de pessoal com conhecimento na ferramenta
Utilizar a ferramenta correta para o trabalho
Desenvolver e implementar um processo automatizado, que inclui o desenvolvimento destes testes
Analisar diversas aplicações para determinar qual é a melhor opção
Analisar os requisitos de teste para determinar a ferramenta adequada
Treinamento da equipe de teste no processo automatizado, em todas as fases
Aumento inicial dos custos do projeto de teste

Não deixe de ler a primeira parte: Automação de Teste – Decisão por AutomatizarAguardo o comentário e a contribuição de vocês!
Abraços!

Source: http://eliasnogueira.com/automacao-de-teste-aquisicao-de-ferramentas-de-teste/

Category: automacao

Você também pode querer ler

Comments are off for this post.