Post

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
Loading ... Loading ...

By Fabrício Ferrari de Campos
Acaba de ser lançada a versão 2.1 do Oracle SQL Developer. Para quem não conhece, o SQL Developer é uma IDE de banco de dados, focado em Oracle, disponível para Windows, Linux e MAC OSX. Mas também é possível conectar em outros bancos de dados, como por exemplo, MySQL. Por ela você pode gerenciar os objetos do banco de dados, rodar comandos e scripts SQL e editar e debugar comandos PL/SQL.
Na versão 2.1 há uma funcionalidade nova muito interessante: testes unitários.
Com ela é possível:

Criar e atualizar testes;
Adicionar suítes de teste;
Gerar relatórios de teste (ex. cobertura do código);
Gerenciar lookups;
Gerenciar a preparação e limpeza do ambiente.

A funcionalidade de testes unitários prover um framework para teste de objetos PL/SQL, como por exemplo, funções e procedures, e ainda é possível monitorar os resultados.
O fluxo de criação dos testes é formado por informar os dados do que será testado e qual o resultado esperado, ou seja, muito parecido com o fluxo de qualquer criação de teste.

Interface da funcionalidade de teste unitário

Eu ainda não brinquei com esta nova funcionalidade, mas assim que puder informo vocês. Por enquanto, para quem se interessou e deseja saber mais, recomendo baixar o Oracle SQL Developer (é claro) e dá uma olhada neste tutorial (em inglês), explicando como realizar um teste unitário utilizando o Oracle SQL Developer. Segue os links:
Download do Oracle SQL Developer
Tutorial – Performing a Unit Test of Your PL/SQL in Oracle SQL Developer 2.1 (em inglês)
Fique por dentro das novidades, assine o feed do QualidadeBR.

Fonte:
What is SQL Developer? – Oracle
Oracle SQL Developer 2.1: New Feature List – Oracle
Imagem
Performing a Unit Test of Your PL/SQL in Oracle SQL Developer 2.1 – Oracle

Source: http://qualidadebr.wordpress.com/2009/09/29/teste-unitario-com-o-sql-developer/

Category: Ferramentas, Teste & Qualidade de Software, oracle, sql developer, teste de software, teste unitário

Você também pode querer ler

Comments are off for this post.