Post

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
Loading ... Loading ...

By Camilo Ribeiro Nosso tradicional bug, ainda é o bug de 1945, atribuído a construção e a engenharia. Se pensarmos nas fases do RUP, o bug é identificado em um código fonte ou em um produto de trabalho derivado da fase de construção ou identificado em um produto já em testes, homologação ou produção. Isso está certo? Tags: Gestão de Defeitos

Del.icio.us

Facebook

TweetThis

Digg

StumbleUpon

Comments: 0 (Zero), Be the first to leave a reply!

You might be interested in this:

Exibindo corpo dos requisitos nos relatórios do TestLink

BugBloggers, até onde podemos ir?

E quando o reuso de código é reuso de bugs?

Google Chrome e a caça ao Teste-é-Ouro

Livros Recomendados #2: How Google Tests Software

Copyright

Você também pode querer ler

Comments are off for this post.