Post

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
Loading ... Loading ...

By eliasnogueira
Atenção: este post está obsoleto!!! Para o modo atual de integração veja o post Integração do Testlink com Mantis – modo atual
–>
Neste tutorial aprenderemos a configurar a integração entre o TestLink e o Mantis BugTracker

O TestLink possui a funcionalidade de habilitar o cadastro de um bug diretamente de sua interface para o Sistema de Gestão de Defeitos suportados (Mantis, BugZilla, Eventum, Trackplus, Jira, Trac)

Precondições para a configuração

Ter um servidor Apache, um banco de dados e o PHP instalado. Neste mini tutorial utilizo o WampServer para Windows. Ter o Testlink instalado. Neste mini tutorial utilizo a versão 1.7.4 Ter o Mantis instalado. Neste mini tutorial utilizo a versão 1.1.1 PS: A versão 1.7.4 já está obsoleta. Utilize as versões mais atuais através do site http://teamst.org

Caminho das aplicações

Tanto o TestLink quanto o Mantis estarão na pasta WWW do WampServer, que pela instalação padrão do Windows é C:wampwww.

Caso você utilize outro programa para gerenciar esta tríade (apache, php e mysql) utilize o diretório em que são colocadas as aplicações web

Primeiro Passo – Criando um usuário no Mantis para acesso anônimo

O primeiro passo para iniciar a configuração é configurar o Mantis para acesso anônimo à aplicação. Para isso entre na aplicação, vá ao link Manage (Gerenciar) e clique no botão Create New Account (Criar nova Conta) e crie um usuário que será o nosso usuário anônimo. Neste caso eu utilizarei o nome “testlink”. É importante dar o acesso somente como “reporter” e deixar a checkbox Enabled marcada.

Atenção: Caso você já tenha a configuração de envio de email definida insira um email válido. Caso contrário deixe o email em branco. Neste exemplo não temos configurado o envio de email. Para o Mantis aceitar a inserção da senha no cadastro de usuário copie a variável $g_send_reset_passwor= ON; do arquivo config_defaults_inc.php para config_inc.php e altere seu valor de ON para OFF.

Estes arquivos estão na pasta de instalação do Mantis, no meu caso ela está em C:wampwwwmantis-1.1.1

Como não temos o envio de email habilitado e temos a configuração acima efetuada, será apresentada uma mensagem de confirmação de utilização da senha em branco. Clicamos em Empty Password.

Segundo Passo – Habilitando o Mantis para login anônimo (não obrigatório)

Esse passo não é obrigatório! Se você não o fizer a diferença é que você ou terá que já estar logado no sistema para aparecer a tela de report de bugs ou você terá de efetuar o login para acessar a página!

Copie a variável $g_allow_anonymous_login= OFF; e $g_anonymous_account = ”; do arquivo config_defaults_inc.php para o arquivo config_inc.php. Altere o valor da variável $g_allow_anonymous_login para ON e insira na variável $g_anonymous_account o usuário que criamos que é testlink. (nas esqueça de colocá-lo entre as aspas)

O arquivo config_inc.php deve estar semelhante ao da imagem abaixo:

Terceiro Passo – Configurar a interface do TestLink com o Mantis

Agora iremos manipular os arquivos necessários no TestLink para habilitar a utilização do Mantis.

Abra o arquivo mantis.cfg.php que está no diretório de instalação do TestLink na pasta cfg. No meu caso está em C:wampwwwtestlinkcfg

Teremos que alterar o parâmetro destes arquivos para que o TestLink e o Mantis possam “conversar”.

A tabela abaixo mostra o texto que devemos substituir e por qual valor:

Parâmetro

Descrição

Substituir por este valor

[CONFIGURE_BUG_TRACK_DB_HOST]

Qual o host do banco de dados da ferramenta de bugtraker

localhost

[CONFIGURE_BUG_TRACK_DB_NAME]

Qual o nome do banco de dados da ferramenta de bugtracker

mantis

[CONFIGURE_BUG_TRACK_DB_TYPE]

Qual o tipo de banco de dados da ferramenta de bugtracker

mysql

[CONFIGURE_BUG_TRACK_DB_USER]

Qual o usuario de conexão com o banco do bugtracker

root

[CONFIGURE_BUG_TRACK_DB_USER_PASS]

Qual a senha do usuário de conexão com o banco do bugtracker

[em branco]

Nas duas ultimas configurações altere, se necessário o nome da aplicação do Mantis, referente a aplicação do caminho. No meu caso, como a pasta de acesso a aplicação é mantis-1.1.1 fica assim:

define(‘BUG_TRACK_HREF’, “http://localhost/mantis-1.1.1/view.php?id=”);

define(‘BUG_TRACK_ENTER_BUG_HREF’,”http://localhost/mantis-1.1.1/”);

Atenção: substitua somente os parâmetros da tabela pelo valor e mantenha as aspas.

Quarto Passo – Habilitando a integração no TestLink com o Mantis

Copie a variável $g_interface_bugs=’NO’; do arquivo config.inc para o arquivo custom_config.inc.php e altera o valor NO para MANTIS, ficando assim:$g_interface_bugs=’MANTIS’

Estes arquivos estão na pasta da aplicação do TestLink. No meu caso o caminho é C:wampwwwtestlink

Quinto Passo – Executando o Caso de Teste e marcando ele como Falha no TestLink

Agora para ver a integração do TestLink com o Mantis teremos que executar um Caso de Teste no TestLink e marcá-lo como falha (failed) para ver tal integração

Note que foi criado uma coluna a mais chamada “BUG Management” e um botão. Clicamos então no botão. Será apresentada a seguinte tela:

Se já existe um bug cadastrado no Mantis insira o código do bug e clique em Add bug, caso contrário clique no link “Access to Bug Tracking System (Mantis)”. Este link acessa o Mantis para que o testador possa cadastrar o bug. Feito isso ele deve inserir o código do bug cadastrado para que ele possa ser inserido no TestLink.

Executado estes passos clique no botão Close e visualize a tela de execução do Caso de Uso. Abaixo do status de execução do Caso de Teste no TestLink será inserido uma nova tabela contendo o Build, Código do Bug e Descrição do Bug e um botão de remoção desta informação.

Clicando no link da descrição do bug ele será aberto no Mantis, com a visualização dele.

Para todos os status de execução do Caso de Teste existirá o botão do Bug management. Para todas as execuções que inserirmos o bug ela será exibida. Podemos clicar no botão “Show complete execution history” para visualizar.

Necessito habilitar o login anônimo para fazer a integração?

Não! Na verdade habilitamos o login anônimo para ter acesso direto ao bug que foi inserido na execução do teste no TestLink sem precisarmos efetuar o login no Mantis. Quando inserimos um bug do Mantis no TestLink as informações são obtidas diretamente no banco de dados do Mantis, não influenciando o login.

Chegamos ao final deste mini-tutorial. Notamos que a integração pode não ser aquela “Brastemp” que pensamos em já abrir a ferramenta de Bug Tracker e ter os dados já cadastrados de forma automática, mas já nos dá uma boa visualização para que o TestLink se propõe que é fazer a gerência de testes.
Não deixe de ver o tutorial sobre a Integração do Testlink e Trac.
Espero que tenham gostado! Qualquer duvida, por favor, postem um comentário!

Source: http://eliasnogueira.com/integracao-do-testlink-com-o-mantisbugtracker/

Category: ferramentas, mantis, testlink

Você também pode querer ler

Comments are off for this post.